Horário de funcionamento: Segunda à Sexta, das 07h30 às 11h30 e das 13h às 17h
Acessibilidade

13ª Regional de Saúde faz reunião com os profissionais de saúde de Indianópolis


Publicado em: 04/02/2020 08:39 | Autor: Alecsandro Manoel de Ornelas

 

 

No último dia 31 de janeiro estiveram presentes na Secretaria de Saúde de Indianópolis representantes da 13ª Regional de Saúde: Renata Maria C. Nagao (Chefe da Seção de Atenção Primária), Patrícia Mendes (Chefe da Seção de Vigilância Sanitária) e Rogério Sossai (Chefe da Divisão de Vigilância em Saúde).

 

O objetivo da visita foi em demonstrar aos profissionais em saúde como estão os casos de Dengue no Estado do Paraná, nas macrorregionais e na região da 13ª Regional de Saúde, onde ficaram evidentes que a Dengue está aumentando e que alguns municípios já estão vivendo momento de epidemia, como é o caso de Indianópolis.

 

Os assuntos abordados foram: boletim epidemiológico de Indianópolis; tipos de dengue; sinais e sintomas; sinais de choque; classificação e manejo do paciente; alerta quanto a classificação de risco: A, B, C e D; monitoramento do paciente com caso suspeito e/ou confirmado de Dengue; hidratação oral e hidratação por soroterapia em casos mais graves que requer internamento.

 

José Lourenço Tormena (Secretário Municipal de Saúde), em sua fala esclareceu quais foram as decisões que o município de Indianópolis adotou em relação à prevenção e para que não aumentem novos casos de dengue, e ressaltou que não basta apenas os profissionais de saúde (ACS’s e Agentes de Endemias), realizar os bloqueios e/ou visitas para reforçar o que a população já sabe, que é apenas cuidar dos seus quintais.

 

O Setor de Endemias de Indianópolis apontou no mapa do município, quais os locais que estão sendo considerados críticos neste enfrentamento da Dengue neste ano de 2020.

 

O enfermeiro Paulo Uziel também explanou de uma forma sucinta como vem sendo realizado os cuidados com os casos de pacientes que são confirmados como Dengue, seus monitoramentos e até mesmo nos domicílios em casos prioritários, onde requer atenção diária dos pacientes. Salientou também que faz toda a diferença a atenção que a gestão municipal oferece aos profissionais de saúde, bem como aos pacientes, disponibilizando profissionais de saúde para estarem de prontidão no combate à Dengue, mesmo nos finais de semana e feriados, e lembrou que os exames laboratoriais são realizados em tempo hábil, para melhor conduta no diagnóstico e cuidados ao paciente.